Pressupostos da PNL

PRESSUPOSTOS DA PNL

1- O mapa não é o território

Não sabemos o que é realidade. Nossos sentidos, nossas crenças e nossa experiência passada nos dão um mapa do mundo a partir do qual podemos operar, mas um mapa jamais pode ser inteiramente preciso, caso contrário, seria igual ao terreno que abrange. Desconhecemos o território, então, nosso mapa pessoal é o território. Alguns mapas pessoais são melhores do que outros para nos orientarmos pelo caminho. Mas, nenhum dos mapas pessoais são 100% compatíveis com a “suposta” realidade.

2- Ter uma escolha ou opção é melhor do que não ter nenhuma

Procure ter um mapa que lhe dê um maior número de escolhas possíveis.   Aja sempre de forma a aumentar as suas escolhas. Quanto mais escolhas tiver, mais livre estará e mais influência terá.

3- As pessoas fazem a melhor escolha que podem no momento

Uma pessoa sempre faz o melhor que pode em cada momento, dado seus mapas do mundo. A escolha pode até ser auto-derrotadora, bizarra ou má, mas, para ela, naquele momento, parece ser o melhor caminho a seguir. Ofereça-lhe uma escolha melhor e a adotará. Melhor ainda, dê a ela um mapa melhor com mais opções.

 

4- As pessoas funcionam perfeitamente.

Estamos todos executando nossas estratégias com perfeição, porém as estratégias podem ser ineficazes ou mal projetadas. Observe como você e outras pessoas funcionam, para que uma estratégia possa ser ressignificada para algo mais útil e desejável.
5- Todas as ações têm um propósito.

Nossas ações nunca são aleatórias; sempre estamos tentando realizar algo, embora muitas vezes não temos consciência do que estamos tentando fazer.

6- Todo comportamento possui uma ação positiva.

As nossas ações, todas elas,  têm pelo menos um propósito – realizar algo que valorizamos e que nos beneficie. A PNL olha para a intenção por trás de uma ação, da ação em si. Uma pessoa não é o seu comportamento. Ela tem um comportamento. Quando uma pessoa tem uma melhor escolha de comportamento que também realize sua intenção positiva, a seguirá.

7- A mente inconsciente contrabalança a consciente; ela não é maliciosa.

O inconsciente é tudo aquilo que não está no consciente no momento presente. Contém todos os recursos de que necessitamos para viver em equilíbrio.

8- O significado da comunicação não é simplesmente aquilo que você pretende, mas também a resposta que obtém.

Essa resposta pode ser diferente da resposta que você queria, mas não há falhas de comunicação, apenas respostas e feddback. Se não estiver obtendo o resultado que deseja, mude o que está fazendo. Assuma a responsabilidade pela comunicação.

9- Já temos todos os recursos de que necessitamos ou então podemos criá-los.

Não existem pessoas desprovidas de recursos, apenas estados mentais desprovidos de recursos.

10- Mente e corpo formam um sistema. São expressões diferentes da mesma pessoa.


Mente e corpo interagem e se influenciam mutuamente. Não é possível realizar uma mudança em um sem que o outro seja afetado. Quando pensamos de forma diferente, nossos corpos mudam. Quando agimos de forma diferente, modificamos nossos pensamentos e sentimentos.

11- Processamos todas as informações através de nossos sentidos

O desenvolvimento de seus sentidos para que se tornem mais aguçados lhe dá melhores informações e o ajuda a pensar de forma mais clara.
12- Modelar desempenho bem-sucedido leva a perfeição

Se uma pessoa pode fazer alguma coisa, é possível modelá-la e ensiná-la à outros. Assim, todos podem aprender a obter resultados melhores de sua própria maneira. Você não se torna um clone da pessoa que está modelando – você aprende com ela.

13- Se quiser compreender, aja.

Não adianta nada, por exemplo, uma pessoa pesquisar, dicas para melhorar a autoestima, todas as vezes que se sente com a autoestima baixa, mas não fazer nada depois. É preciso identificar os padrões que precisam ser mudados e fazer o que for preciso para isso. Mas, acima de tudo, ter ação. 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *